A pergunta não vai calar...

"A cada dia que passa são revelados mais “podres” do Engenhão — reportagem do Globoesporte.com denuncia material de construção vagabundo; sistema elétrico deficiente; parte hidráulica em condições deploráveis; telões de quinta categoria e por aí vai. Quanto mais se mergulha na nebulosa história da construção do maior símbolo do “legado” do Pan, mais se evidencia a escandalosa irresponsabilidade de nossos políticos e dirigentes esportivos. Só não se responde à pergunta que não quer calar: de quem é a culpa? Quem pagará a conta? Quem garante que os estádios da Copa não estão sendo erguidos ou reformados da mesma forma?"
Renato Maurício Prado

Share