Gerações mais jovens estão começando a abandonar as redes sociais


"Ao que parece, estamos vivendo dias em que se espalham pelas ruas notícias da queda do Império Romano. O imperador, neste caso, se chama Mark Zuckerberg, o homem do Facebook. E seu senado é composto pelos donos de redes sociais como o Twitter, Google + e Flickr, só para citar alguns exemplos de empresas que estão começando a sentir o peso de uma nova geração mais interessada em conversar no Whatsapp e outros aplicativos de chat do que em trocar links e notícias nesses grandes feeds que estão se transformando as grandes redes sociais.
Isso pelo menos de acordo com uma pesquisa feita pelo banco de investimentos PiperJaffray entre março/abril de 2012 e o mesmo período de 2013. Os dados dessa pesquisa mostram que Em 2012, 32,5% dos 5 mil adolescentes entrevistados consideravam o Facebook a principal rede social. Um ano depois, esse número caiu para cerca de 22.5%.
E a queda de interesse pelo Facebook não é um fenômeno isolado. Pelo gráfico abaixo, com exceção do Pinterest e do Instagram, este último manteve seu grau de interesse estável, se percebe que todas as redes sociais perderam a importância que elas tinha um ano atrás. Dá só uma olhada:


A questão é: em vez de estarem se desconectando, esses adolescentes estariam migrando para aplicativos de conversa do tipo Whatsapp, Snapchat e Kik. Assim como a moda, que é cíclica e reinventa décadas perdidas a cada 20 anos, estaríamos voltando à era em que o legal da internet era mesmo passar horas em conversar do IRC, ICQ e aqueles chats de paquera do UOL?
Em uma reportagem publicada este ano pela Reuters, já se falava de como esses aplicativos de conversa podem ser a grande ameaça à soberania do Facebook. Gente grande como o Google já está de olho nesses movimentos:
Segundo Rich Miner, parceiro do Google Ventures e investidor num aplicativo de mensagens chamado MessageMe, “as verdadeiras interações são conversacionais por natureza. Mais pessoas mandam mensagens e trocam ligações do que entram em redes sociais. Se uma empresa domina a transição desse tráfico de pessoa, então por definição isso será gigante”.
É gente, será que o Bárbaros estão chegando para acabar com a festa do Mark?"
Youpix

Share