Luto

Hoje o Blog está de luto, e, portanto, terá apenas um post...

Ontem à noite soube da notícia do falecimento do Jeff Hanneman, guitarrista fundador do Slayer, juntamente com Tom Araya e Kerry King, e fiquei, extremamente triste, pois a banda passou a ser uma das minhas favoritas em setembro de 2006, quando fui a um show deles na Fundição (resenha do show: clique aqui).

Pra mim, não foi o show do Guns, Metallica, Sepultura, Motorhead, Slipknot o melhor... Sem dúvidas, aquele show do Slayer foi o melhor show que fui na vida... Foi fodástico, pica das galáxias...

Naquela oportunidade, fiquei muito impressionado com o perfeito entrosamento entre o King e o Hanneman, bem como o volume e o peso das músicas. Conheci o peso de uma verdadeira cozinha guiada por nada mais nada menos que Dave Lombardo! Tudo favoreceu naquele dia. Caiu um temporal incessante, e a chuva invadindo o espaço da Fundição sob as luzes vermelhas intensas e os refrões de Rainning Blood fez com que o cenário ficasse perfeito. Foi o show mais vibrante e energético que fui... Músicas feitas pra gente grande, não pra adolescentes...

A partir daquele dia (06/09/2006), a banda passaria a entrar na minha seleta lista de favoritas, e, consequentemente, Jeff Hanneman entrou na minha lista de guitarristas, juntamente com o Kerry King.

O (thrash) metal perde muito com a morte dele!

Já postei várias músicas do Slayer aqui, e neste dia sorumbático, posto dois vídeos: o primeiro é a minha música favorita do Slayer, Angel of Death, cuja letra é do próprio Jeff. Já o segundo, é Fade to Black, do Metallica, que junto com o Slayer, forma os pilares do Thrash Metal, e, que tem tudo a ver!

Adeus Jeff!




Share